quinta-feira, 15 de janeiro de 2009


Vendo uma lua dessas, eu entendo o motivo da fascinação que muitos têm por ela. Há de estar no mundo da lua pra não achar um satelitezinho desses uma graça, não é?

E eu ainda tento capturar a beleza da coisa, mas não chega nem perto de vê-la, toda pomposa, nesse manto negro estendido. Lindo!

E ah! Essa cor âmbar não é efeito, não. Ela estava -realmente- bronzeada! :)

ps: vocês conseguem ver o coelhinho, ali? :)

10 comentários:

Wagner disse...

Eu consigo! :)

Herbert Vianna disse...

"Aquela gravidade aonde o homem flutua..." Öo/

Bianca L. Forreque disse...

Parabéns, Wagner. Estás clinicamente comprovado com paixonite. :p
Diz a lenda!

.Sheba. disse...

Já não se fazem mais coelhinhos como antigamente...

isso sem falar das coelhinhas =p

Monique disse...

eu nao consigo ver nao. =/

Bianca L. Forreque disse...

Então... ou a lenda é uma farsa, ou você é! :p
;*

v.r.b.f disse...

Eu também não vejo!!!!!=/

Bianca L. Forreque disse...

:(

Vejam só: diz a lenda que nas noites de lua cheia, quem avista um coelhinho "impresso" no satélite está apaixonado!
Mas isso é porque as crateras realmente parecem com o bichinho... é só ter um pouquiiiinho de imaginação e perspicácia! rs :)


ps: mas eu prefiro crer que é coisa de gente apaixonada. x)

Raphael disse...

na verdade, eu vi um feto num útero

Gabriel Dockhorn TE/FB disse...

eu vi um pokemon